Sejam muito bem vindos ao ButtahBenzo Brasil. A sua primeira fonte de informações sobre as atrizes Ashley Benson e Shay Mitchell, mundialmente conhecidas por participarem da série de TV Americana Pretty Little Liars. Somos um site não-oficial feito de fã para fã, portanto não temos contato com elas, seus familiares e agentes. Todo o conteúdo, fotos, informações, vídeos e etc. pertencem ao site a não ser que seja informado ao contrário. Visite as categorias abaixo e divirta-se!
27.nov
2020

Ashley Benson concedeu uma nova entrevista para a revista Vanity Fair da Itália. Confira a tradução completa:

2020 é provavelmente o ano de dizer adeus, de uma vez por todas, ao clichê de loira californiana. Ashley Benson, uma das protagonistas de Pretty Little Liars, não nega a importância da beleza, já que todos andam por aí com smartphones com câmeras acopladas. No entanto, ele acredita que o compromisso social conta muito mais hoje. É fácil imaginar que, com 21 milhões de seguidores no Instagram, muitas pessoas querem segui-la, mas Ashley não se concentra apenas em seus looks incríveis, mas regularmente posta conteúdo sobre a eleição presidencial e o movimento Black Lives Matter.

Ashley, 30, tem muitos planos empolgantes para o futuro, incluindo dar mais espaço para atuar, mas também para escrever e cantar. Nunca julgue um livro pela capa.

O que você acha do lockdown “suave” que estamos vivenciando nesta segunda onda de pandemia?

É um período muito estranho e difícil para qualquer pessoa, feito de subidas e descidas contínuas. Tento me manter ocupada o máximo que posso. No domingo passado, peguei meu primeiro voo desde o início da pandemia e fui para Nova York. Obviamente, há menos movimento lá, mas todas as atividades, como restaurantes, por exemplo,estão funcionando. Isso me lembra muito a atmosfera de Paris, uma cidade que amo. Nova York parece um pouco mais animada do que Los Angeles.

Ao contrário de muitas atrizes, que se mudaram para L.A. para trabalhar, ela cresceu nesta cidade.

Sim e eu adoro: é um lugar extraordinário que oferece inúmeras oportunidades. Quem vem de uma pequena cidade para cá sofre um verdadeiro choque cultural. Acho que muitas pessoas ficam com medo no início, mas depois acabam amando.

Como surgiu o seu interesse em atuar?

Quando criança, memorizava cada linha dos filmes e gostava de interpretar vários personagens. Desde menina eu sabia que queria atuar: o que eu não sabia era como encontrar um agente ou como funcionava o mundo do show business. Tudo começou como modelo. Como sempre, uma coisa levou à outra e comecei a fazer anúncios. Eu adorei, adoro estar no set. Demorou muito para conseguir aparecer em uma série de televisão. Tem sido uma jornada incrível e também muito exigente. Uma experiência cheia de decepções e rejeições. Começando muito jovem, tive que aprender desde cedo a lidar com o “não”. É um mundo difícil. Tento não ser excessivamente sensível porque corre o risco de  ficar muito ferida.

Você desenvolveu um método para gerenciar decepções?

Sim, eu chorei muito! Mas quanto mais você trabalha neste mundo, mais você se acostuma. Quando jovem, quando estava atuando em uma novela, eu era a mais nova e tive que crescer muito rápido. Meus amigos tinham cerca de vinte ou trinta anos e eu recebia muitos conselhos deles. Eles me ajudaram, eles foram um guia. Queria tanto atingir meu objetivo que não podia me dar ao luxo de pensar: “Chega, deixo tudo e vou”. Isso me levou a trabalhar ainda mais duro para provar a mim mesma que eu poderia fazer isso 

Alguns anos depois, quais são suas impressões sobre Pretty Little Liars?

Não frequentei o ensino médio ou a universidade, então ficar com as mesmas pessoas por sete anos foi um pouco como ir à escola para mim. Quando comecei a trabalhar nesta série, não pensei que fosse durar tanto e ninguém imaginava o quão popular ela se tornaria: cresceu de repente. Foi uma experiência extraordinária e me ensinou muito. Tive a oportunidade de fazer amizades maravilhosas entre o staff, o elenco e a produção e no final nos tornamos uma grande família: filmamos dez meses por ano, durante sete anos. De certa forma, a tripulação teve que se tornar minha família porque eu não podia ver a minha. Cada um de nós também esteve presente para os outros e, mesmo que tenha sido uma experiência cansativa, por vezes exaustiva, estou grata de ter vivido isso 

Você sente o mesmo por Spring Breakers, o culto considerado por muitos como o estilo de vida dos jovens no início dos anos 2000? Nesse filme, você interpreta uma aluna desinibida que vira criminosa: foi uma operação protofeminista ou uma tentativa de explorar a imagem dela?

“Sempre adorei os trabalhos de Harmony (Korine, org). Ele é um diretor muito interessante e não tem medo de ultrapassar os limites. Quando fiz esse filme, eu tinha 21 anos e estava na segunda temporada de Pretty Little Liars. A história me atraiu porque representou um grande desafio. Algumas pessoas dizem que nós, atrizes, fomos exploradas, não vejo dessa forma. Selena Gomez era da Disney, eu de um programa para adolescentes. Foi uma grande oportunidade para nos mostrarmos de maneiras diferentes das que as pessoas costumavam ver. Esta experiência mudou a minha vida, mudou a forma como vejo filmes, revolucionou o meu ponto de vista sobre os projetos que pretendo realizar

Você acha que Hollywood fez progressos para as mulheres?

Acho que houve uma grande evolução. Inicialmente, não conseguimos papéis principais – éramos simplesmente atrizes desempenhando papéis menores ao lado de homens. Agora, muitas mulheres estão no comando do cinema e nossas vozes são mais ouvidas. Alguns projetos são desenvolvidos por equipes inteiramente femininas e temos cada vez mais oportunidades, tanto como diretoras quanto como atrizes. Tenho a sensação de que nosso valor finalmente foi reconhecido. É muito emocionante

Her Smell foi outro filme bem recebido. Ela sempre foi apaixonada por música e aqui ela toca um punk rocker!

Alex Perry é um realizador extraordinário. Sem contar que durante muito tempo fui fã de Elisabeth Moss (a protagonista) ela passou, com muita facilidade, de uma série como Mad Men para o cinema… e agora ela está de volta à TV. Ela trabalha como atriz e produtora e é muito boa nos dois. Nos conhecemos em um jantar em Cannes e lá descobri que ela também me respeitava: eu não podia acreditar, fiquei até surpresa que ela soubesse quem eu era. Ela e eu fomos fundo, imediatamente. Quando eu a conheci, eu tinha acabado de filmar Pretty Little Liars e eu queria muito pular na minha carreira para não ser pega no clichê da “bela loira”. Consegui, também graças a Elisabeth. Foi ela quem me entregou o roteiro de Her Smell e garantiu que eu conhecesse Alex, o diretor. Eu o conheci em Nova York, nos demos bem imediatamente e eu consegui o papel. Trabalhar e estudar com Lizzy Moss, que acredito ser uma das atrizes mais talentosas do mundo, foi simplesmente incrível. Esta experiência foi como uma escola de atuação por um mês e meio.

Seu último filme, “The Birthday Cake”, está para ser lançado, estrelando ao lado de atores extraordinários como Ewan McGregor e Val Kilmer.

Eu me diverti muito desde que li o roteiro: extraordinário, muito sombrio. Filmamos em Nova York e o diretor, Jimmy (Giannopoulos), é meu amigo há muito tempo.  fazer um filme com Val Kilmer é incrível!

Que papel você desempenha?

Uma nova-iorquina meio maluca, uma espécie de festeira.

Quais são seus planos para o futuro?

Durante o lockdown, Jimmy, o diretor de “The Birthday Cake”, e eu escrevemos dois filmes. Vou começar a filmar na próxima semana. Vai ser maravilhoso voltar ao trabalho, eu queria tanto! Ficar parado não era a melhor coisa…

Onde você vai filmar?

Los Angeles

As eleições acabam de ser realizadas nos Estados Unidos. Como você diria a atmosfera que respira para alguém que mora em outro país?

Tem sido um período muito estressante para nós. Antes do final da contagem, fomos envolvidos por uma grande incerteza. Todo mundo tem suas próprias visões políticas e acho que isso deve ser aceito, mas realmente precisávamos de uma mudança. Foi bom ver que, no final das contas, os americanos se uniram para a vitória da pessoa certa. A sexta-feira que deu a notícia foi um dia de festa! Quando acordei, senti um grande alívio. Nosso país vive um momento emocionante e tenho a impressão de que um futuro glorioso nos espera.

Você tem 21 milhões de seguidores no Instagram. Quanta importância você dá às redes sociais?

Eu amo e odeio. Na época de Pretty Little Liars, eu tinha que estar muito presente no Instagram. Tive que postar conteúdo e, até certo ponto, tornar minha vida pública. Sim, mas não gostei. Agora estou tentando usar meu perfil para abordar certos tópicos. Falei muito sobre as eleições e também de Black Lives Matter. Procuro fornecer informações corretas e, ao mesmo tempo, aprendo muito com as pessoas que sigo. O meu objetivo é acima de tudo dar a conhecer meus objetivos e dar a minha opinião sobre alguns assuntos, só isso. Tem uma equipe que cuida disso pra mim. A mídia social pode engolfar você: eu me pego olhando para o meu telefone e checando o Instagram dia e noite, sem motivo. Especialmente agora, com aplicativos como o Facetune, que permitem que as pessoas mudem sua aparência online, as pessoas muitas vezes se sentem inadequadas e inseguras. Garanto que isso não aconteça e nas redes sociais também falo sobre isso. Muitas mulheres ficam desanimadas porque não são perfeitas ou porque não são magras o suficiente. Com a cirurgia plástica, as pessoas estão se transformando no que veem nas redes sociais e, especialmente em Los Angeles, estão todas começando a ficarem iguais! Sempre digo às mulheres: “Você é perfeita na sua singularidade”. Até as capas das revistas estão sempre retocadas, não representam o cotidiano. Em vez disso, devemos amar nossas imperfeições. É difícil para qualquer um: eu também tenho muitas inseguranças com as quais tenho que lidar e há momentos em que me sinto muito mal. Nesses casos, faço uma pausa nas redes sociais, é bom para o meu espírito.

Como você definiria o seu estilo?

Varia muito. Embora eu sempre me vista de preto e sempre casual. Eu diria que tenho um estilo mais nova-iorquino do que californiano. Não gosto muito de saltos porque os acho desconfortáveis. Por outro lado, adoro pele. O look ideal para mim é totalmente preto: bota, calça e jaqueta de couro. Aí também gosto de vestidos leves, mas sempre os uso com uma jaqueta de couro por cima. Eu uso mesmo quando está 32 graus lá fora.

Ela trabalhou em canções de outros artistas. Você já pensou em lançar seu próprio álbum?

É uma possibilidade que estou considerando. Estranhamente, durante o lockdown, explorei muito mais esse aspecto. Atuar continua sendo minha prioridade, mas estou pensando nisso há um tempo. Gravei algumas músicas, só por diversão. Foi algo que me salvou! Senti que estava crescendo e explorando um caminho que ainda não havia percorrido. Também era uma forma de me manter ocupada. Sinto que provavelmente vou entrar no mundo da música, mas acho que vou começar com um filme: não me sentiria confortável a começar com um álbum.

Em breve veremos você protagonista em um musical?

Bem, eu gostaria muito.

 

Fonte: Vanity Fair Italia

Tradução: ButtahBenzo Brasil

19.ago
2020

Ashley Benson conversou com o Buzzfeed em uma ligação via zoom e respondeu a 27 perguntas deles. Confira:

 

Na semana passada, Ashley atendeu a uma ligação via Zoom conosco para falar sobre tudo, desde suas atuais obsessões de quarentena e histórias de fãs mais loucas, até sua nova colaboração com Matt Bomer e Privé Revaux. Aqui está tudo o que ela compartilhou:

1 – Primeiro, se alguém pudesse interpretá-la em um filme, quem você escolheria?

Estou obcecada por Scarlett Johansson. Nós meio que parecemos.

2- Quais programas de TV / filmes você está obcecada agora?

Não tenho assistido muito à TV, estranhamente. Mas comecei a assistir American Pickle. É muito interessante. Sou uma grande fã de Seth Rogen. Mas sim, comecei isso ontem à noite e é muito bom!

3. Qual emoji você mais usa?

Estranhamente, agora estou usando aquele pequeno dinossauro para tudo. Não sei por que, mas essa é a minha vibe.

 4. Qual é a sua história de fã mais selvagem?

Então, eu estava em um spa coreano – eu já disse isso antes, mas tipo, é tão louco que isso aconteceu. Mas eu estava em um spa coreano e estava no chuveiro. E obviamente, tipo, todo mundo está completamente nu. Essa garota entrou na minha barraca e estava me fazendo perguntas como: “Quem é A? Quem é essa?” tanto faz. E eu disse, “Uau, estou literalmente nua.” Ela entrou totalmente no meu chuveiro e estava conversando. Eu estava apenas me cobrindo de vergonha e pensando, “O que está acontecendo?” Então ela estava pedindo fotos. Eu estava tipo, “Isso é loucura. Oh meu Deus.”

5. Diga o nome de uma celebridade com quem você gostaria de estrelar um projeto.

Meryl Streep.

 6. Quem é a sua celebridade crush no momento?

Shia LaBeouf é na verdade minha paixão. Estou obcecada por ele. Quando comprei Disney +, estava obcecada por Even Stevens e todos os filmes que ele fez. Honey Boy é um dos meus favoritos que já vi. Eu só acho ele tão interessante e talentoso. Há algo muito sexy nele.

 7. Cite um item de beleza sem o qual você não pode viver.

Gel para sobrancelhas.

8. Como é para você um dia normal de quarentena?

Acordar, fazer o café da manhã, tentar malhar – o que tem sido difícil porque simplesmente não estou motivada. Tenho feito muita música e tenho escrito muito. Então, todos os dias costumo me reunir com meus parceiros produtores e escrevo durante o dia. Tento me manter o mais ocupada possível.

9. Você adquiriu algum novo passatempo de quarentena?

Estou tentando aprender a tocar piano … não muito bem. E então, gravar música, o que tem sido muito divertido. 

10. Quando você entra em um bar, qual é a sua bebida preferida?

Provavelmente um Casamigos com suco de toranja.

11. Cite algo de sua lista de desejos.

Acho que uma viagem pelo sul da França seria muito divertido.

12. Que música sempre te deixa de bom humor, mesmo nos seus piores dias?

Qualquer uma da Rihanna. Ela sempre me deixa de bom humor.

13. Qual é o papel de parede atual do seu telefone?

Uma foto minha com meu namorado.

14. Você tem prazeres culpados?

Reality TV. qualquer Real Housewives – New York, Beverly Hills ou Orange County são meus favoritos. É muito divertido colocá-lo em segundo plano e apenas rir.

15. Qual é a sua comida reconfortante favorita?

Gosto de tudo, mas italiana ou mexicana é sempre bom. Ou um cheeseburger.

16. Qual foi a maior surpresa que você já teve?

Sou um grande fã de Mary-Kate e Ashley. Já as conheci, mas toda vez que as vejo, simplesmente não sei o que fazer. Eu os amo muito, elas são incríveis.

17. Você era um grande fã dos filmes delas enquanto crescia?

Oh meu Deus, eu conheço cada frase de todos. Mesmo sendo antigo, o Passaporte para Paris é simplesmente clássico e perfeito. Naquela época, eu nunca tinha estado na Europa, mas eu estava tipo, “Eu quero fazer tudo o que elas estão fazendo em Paris.” Eu me vestia como elas. Acho que foi um dos meus favoritos.

18. Qual é o seu maior medo?

Aranhas. Se eu vejo uma fico apavorada.

19. Qual foi o último livro que você leu?

Post Office do Charles Bukowski.

 20. Qual foi a última receita que você preparou?

Acho que a última coisa foi frango ao parmesão. Tenho feito muitos pratos com frango ultimamente.

 21. Qual é o filme para o qual você fez teste que as pessoas ficariam surpresas?

Cinquenta Tons de Cinza.

22. Qual é a sua lembrança inicial favorita de Pretty Little Liars?

Sinto muita falta de Tyler [Blackburn]. Sinto falta de todos. Mas, Tyler e eu nos divertimos muito juntos no set. Só amanhecer fazendo cenas íntimas ou ter que chorar às sete da manhã e ser capaz de rir e fazer piadas com Tyler sempre foi super divertido.

23. Descreva seu estilo em três palavras.

Casual, clássico e principalmente tudo é preto.

 24. Se você pudesse trocar de armário com uma celebridade, quem seria?

As gêmeas Olsen.

25.O que você mais gosta no seu trabalho?

Ser capaz de mergulhar em um personagem diferente e ser outra pessoa, você sabe, por alguns meses.

26. Qual é o seu look de tapete vermelho favorito que você já usou?

Eu fui a uma festa do Globo de Ouro em janeiro e usei um lindo conjunto de duas peças em prata cintilante e rosa. Estava muito fora da minha zona de conforto, mas parecia incrível e fiquei muito feliz que minha estilista Jacqueline me incentivou a fazer algo que não fosse preto. Foi um visual muito legal.

27. E, finalmente, qual foi o melhor conselho que você já recebeu?

Isso é tão clichê, mas obviamente, essa indústria não está aqui nem ali. Você nunca sabe realmente o que vai acontecer. Portanto, não deixe o “não” afetar você e nunca desista. Eu sei que é clichê, mas é bom.

Fonte: Funny List

Tradução: ButtahBenzo Brasil

19.ago
2020

Quase um ano e meio após  ter lançado a ‘Benzo x Privé‘ sua própria coleção com a Privé Revaux, Ashley Benson se juntou com o ator Matt Bomer (The Sinner, White Collar) para lançar uma nova coleção de óculos para a marca. Os óculos custarão 40 dólares e estarão disponíveis para venda a partir do dia 20 de agosto no site e lojas físicas da marca.

Confira um dos videos promocionais da coleção:

 

 

 

18.ago
2020

Ashley Benson concedeu uma entrevista ao site InStyle falando sobre a coleção, seus looks na quarentena e seus itens de moda que perdeu e nunca encontrou. Confira a tradução:

O que faz esta coleção se destacar das outras que você já fez ou viu?

Esta coleção é divertida e neutra em termos de gênero.

Existem certos estilos de óculos de sol que você, pessoalmente, prefere usar?

O preto é sempre meu favorito. Em termos de formato, adoro mais uma moldura quadrada.

Você acredita que a moda pode mudar seu humor?

A moda definitivamente desempenha um papel no meu humor. Há momentos em que quero ser super preguiçosa, confortável e casual, mas ainda assim me sentir sexy, então moletom e um top curto são a minha escolha. Mas então posso vestir jeans e uma camiseta com Converse ou um vestido slip e se sentir bem também. “

O que é um item ou roupa “feliz” que você gosta de usar no verão?

 Itens felizes para o verão que eu adoro são shorts Levi e um bom vestido slip.

Como você equilibra coisas divertidas como moda quando tudo parece tão pesado agora?

No momento, é tudo uma questão de estar confortável. Tem sido bom não ter que me vestir tão bem. Moletons e moletons são minhas coisas favoritas no momento.

As pessoas sempre perdem seus óculos de sol, já houve uma peça de roupa que você perdeu e ainda sente falta e pensa sobre?

Perdi meu jeans refeito favorito e algumas jaquetas Saint Laurent. Geralmente acabo perdendo coisas e encontrando-as meses depois, mas esses itens específicos ainda estão faltando!

Quando se trata de acessórios, você ‘mais é mais’ ou ‘menos é mais’?

Com acessórios, meio que depende. Às vezes eu abuso e outras vezes eu deixo mínimo ou nenhum.

o que diz respeito ao look, você prefere se destacar, ficar incógnito ou um pouco dos dois?

Depende. Normalmente gosto de ser mais casual, mas é divertido de vez em quando sair um pouco exagerada.

Quais são os três itens que você nunca sai de casa sem no verão?

Eu nunca saio de casa sem óculos escuros, brilho labial e meu telefone.

 

Fonte: Instyle

Tradução: ButtahBenzo Brasil

 

22.jun
2020

Ashley Benson compartilhou com a revista Vogue um guia de passo a passo de sua rotina de cuidados com a pele, como usar tapa olhos e rolos de rosto gelados e ensinou também algumas técnicas de como obter um olho esfumaçado em poucos passos. O vídeo foi publicado no canal do Youtube da revista. Confira:

 

 

 

09.fev
2020

Shay Mitchell mostrou sua casa após uma serie de reformas para o site Architecural Digest. Confira a matéria:

A atriz nascida no Canadá foi atraída pelos detalhes de influência espanhola, que incluem entradas e azulejos arredondados. Ela decorou a casa pela primeira vez em 2016, mas desde então mudou o interior para refletir melhor seus gostos – e, para dar as boas-vindas a seu parceiro, Matte Babel, e à filha deles, Atlas, no espaço. “Para ser sincera, sinto que muitas pessoas dizem que passam por muitos designers diferentes às vezes, e então você está em uma casa que não parece ser a sua”, ela compartilha. “Agora, parece comigo, e tem sido muito agradável estar nela.”

Para isso, ela recrutou o decorador de interiores Chad Wood, que redefiniu os interiores branqueando e ressurgindo os pisos de pau-brasil. “Chad percebeu que eu fui em direção a móveis de madeira clara, então ele me forçou a mudar o piso”, compartilha Mitchell. “Isso realmente deu o tom para todo o resto da casa. A melhor coisa que fiz na casa foi mudar o chão, mas talvez não dois meses antes de ter um filho!” No interior, um dos espaços de estar é cheio de luz, com vigas expostas e uma lareira. Mitchell comprou a lanterna orbital (que está suspensa no teto abobadado) em Marrakech, Marrocos. “É o momento atraente na sala”, diz ela. “Um lustre seria realmente esperado. Eu queria algo diferente.” Wood acrescenta:“ Shay tem uma afinidade com a iluminação, especificamente lustres, que é o que criamos nos quartos ”

O outro espaço habitacional adotou um humor – até sensual – começando com a tinta Farrow & Ball Down Pipe. “Para mim, eu não poderia ter uma casa de uma cor”, comenta ela. “Gosto que os quartos sejam diferentes e imitem coisas diferentes quando entro neles.” Os móveis incluem um sofá de veludo verde escuro e toques marroquinos (como um tapete de Lawrence de La Brea) “Eu queria que fosse macio, acolhedor e quente”, ela compartilha. “Algo sobre veludo me faz sentir aconchegante.” Enquanto isso, a cozinha – aquela que Mitchell descobriu no Pinterest antes de estar no mercado para a casa dos seus sonhos – é monocromática, com balcões de mármore e armários em preto e branco. Na parte de trás, uma parede de azulejos brancos apresenta um grande arco que leva a um terraço através de portas francesas.

No segundo andar, o quarto da filha de Mitchell é pintado em Rosa-choque. O berço de latão da Atlas é coroado com fotos em preto e branco de seus pais. “Essas são todas as fotos que tiramos ao longo dos anos enquanto viajávamos”, compartilha Mitchell. “É sempre maravilhoso ter pessoas adoráveis, mas também ter lugares em que você já esteve. Especialmente, como o nome dela é Atlas, ele anda de mãos dadas com todos esses lugares que ela já passou sem ela saber.” Em toda a casa, peças foram adquiridas com vendas de imóveis e mercados de segunda mão. (Uma das lojas favoritas de Wood é Pop Up Home, em Los Angeles.) “É ótimo quando você encontra alguém cujo gosto é tão importante com o seu – e é ainda melhor quando ele também é um grande amigo”, diz Mitchell.

07.out
2019

Prestes a dar a luz á sua primeira filha, Shay Mitchell concedeu uma entrevista ao blog ‘Hatch’ onde fala abertamente sobre sua gravidez. Na entrevista Shay revela ter sofrido de uma grave depressão por ter que ter mantido a gravidez em segredo por tanto tempo. Confira a tradução:

 

Estado atual de sua mente?

Temos boas notícias hoje! Fui ao médico e ela virou a cabeça, o que é um alívio! Ter o rosto na direção certa diminui o risco de uma cesariana. Não me entenda mal, estou pronta para fazer o que for melhor para ela, mas adoraria evitar uma cesariana (se possível); Como nunca tive um osso quebrado, a ideia da cirurgia me assusta, além do tempo de recuperação em um parto vaginal geralmente ser muito menor!

Fisicamente, como você está se sentindo?

Durante meses, minhas mãos ficaram extremamente inchadas com agulhas e alfinetes constantes. Fora isso, eu me sinto ótima. Eu tive muita sorte por não ter muitos dos sintomas típicos da gravidez (fora das minhas lutas mentais), como enjôos matinais ou desejos selvagens. Eu sei que algumas mulheres que estão lendo isso, que tiveram náuseas ou sintomas físicos intensos, ficam como “uau, você-você”, mas é assim que tem sido para mim. Fisicamente, tenho tido muita sorte.

Emocionalmente, como você lidou com manter sua gravidez em segredo?

Os primeiros cinco meses dessa gravidez foram super isolantes e eu sofri uma depressão grave. Eu já tive um aborto espontâneo e essa experiência me deixou ansiosa por compartilhar as notícias dessa gravidez com alguém fora nossos pais. Com a primeira gravidez, fiquei feliz e contei a todos às oito semanas. No entanto, eu queria ter certeza de que essa segunda gravidez seria viável antes de gritar para todos, então eu a escondi por quase seis meses e me tornei muito anti-social. Normalmente, sou incrivelmente ativa e extrovertida, mas, em vez disso, fiquei principalmente em casa para evitar olhares e perguntas. Eu estava extremamente sozinha. Além disso, eu estava ganhando peso sem ter um impacto visível. Fiquei paranóica porque minha equipe estava me olhando de lado (sem saber que eu estava grávida) e pensando que deveria ir à academia – o que aumentava minha solidão. Eu acho realmente interessante que a depressão pré-parto ou os sentimentos de isolamento durante a gravidez não sejam discutidos mais amplamente … sentir que eu estava sozinha na depressão agravou meu estado de espírito, mas descobriram desde que compartilhando as notícias publicamente que muitas mulheres sentem como eu … a gravidez pode ser um período difícil, especialmente se você tiver que ocultá-la. Depois que saí publicamente, senti uma enorme onda de alívio e finalmente comecei a aproveitar a gravidez.

Como você se recuperou do aborto?

Eu ficava me dizendo que tudo acontece por uma razão. Seguir um aborto espontâneo com uma gravidez saudável geralmente significa que o primeiro feto não era viável. Por mais difícil que tenha sido pensar nisso, tentei me lembrar de que havia uma razão para a gravidez ter terminado. Compartilhar minhas lutas também me ajudou a curar. Como uma comunidade de mulheres, estamos melhorando em falar, discutir nossos desafios e lançar luz sobre questões de fertilidade. Não deveria haver vergonha em aborto. O apoio que recebi de outras mulheres quando estava tentando me recuperar era muito poderoso! Embora as experiências de todos sejam únicas, todos podemos nos beneficiar ao ouvir as histórias de outras mulheres

Estamos obcecados com ‘Almost Ready!’ Por que você decidiu lançar esta série?

Comecei minha série do YouTube “Almost Ready” como uma maneira de descrever a imperfeição da gravidez e ser a mais honesta possível durante toda a experiência. Eu não queria postar uma foto com curadoria perfeita com uma legenda idealista … isso não faria justiça a essa experiência e eu me sentiria uma fraude porque você não pode resumir a transformação na maternidade com algumas imagens perfeitas. Em vez disso, eu queria encarar isso como uma verdadeira jornada … com todos. Nos últimos nove meses, houve muitas coisas incríveis e coisas igualmente não tão impressionantes … está tudo lá. Para ser autêntica e relacionável, sinto que precisamos compartilhar o bem com o mal. Mostrar a experiência real foi libertador para mim, e espero que ajude outras mulheres a se sentirem menos sozinhas ou autoconscientes em sua jornada.

Como foi filmar ‘Dollface’ durante a gravidez?

Eu fui escalada para ‘Dollface’ quando estava em Tóquio com minha família com quase 13 semanas de gravidez. Desde que eu sabia que terminaríamos de filmar antes da barriga aparecer, concordei em fazer o show. Honestamente, foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Todos os dias eu estava cercada por um elenco incrível de mulheres incríveis que me mantinham inspirada e motivada. No último mês de filmagens, eu revelei minha gravidez para o elenco e a equipe – brincando que não estava simplesmente “me sentindo bem” por causa da mesa de artesanato (embora eu realmente tenha passado muito tempo lá!). Logo depois que terminamos, eu fui a público com a notícia.

Como foi compartilhar as notícias publicamente?

Alívio total. Felizmente, fui capaz de me expressar exatamente da maneira que queria. Eu estava um pouco nervosa que, em algum momento, uma foto seria divulgada antes de eu estar pronta para falar sobre a gravidez. Estou tão feliz que tudo deu certo como eu esperava.

 Parte mais surpreendente da gravidez?

Minha depressão pré-parto! Desde que me lembro, ouvi falar sobre depressão pós-parto. No entanto, ficar deprimida no começo foi um choque. O isolamento e a ansiedade que experimentei foram paralisantes. Eu pensei que estava enlouquecendo e questionei por que ninguém nunca falou comigo sobre isso. Tenho tido a sorte de compartilhar as notícias da minha gravidez, de ter conversas incríveis com outras mulheres grávidas e mães e saber que todos esses sentimentos são “normais”, então agora precisamos normalizá-los, discutindo mais abertamente!

Mais ansiosa para?

Conhecê-la!

Você já escolheu um nome?

Sim! No entanto, mantemos isso em sigilo até ela chegar. O engraçado é que um amigo nosso o sugeriu antes mesmo de engravidar. Quando ouvimos o nome, Matte e eu nos entreolhamos e sabíamos que seria ele! 

Malhando durante a gravidez?

Eu planejei isso. No entanto, quando comecei ‘Dollface’, eu estava trabalhando horas loucas. Filmamos muito do show à noite e ficávamos de pé até as 7 horas da manhã – sem dúvida, eu dei meus “passos” sem realmente ir à academia.

 Descansando ou em movimento?

Por natureza, sou super ativa; Eu acho que o verdadeiro “abrandar” para mim (e tenho certeza que toda mãe é como “você está certo!”) Virá quando eu a tiver. Eu acho que vou amamentar em casa e é aí que posso assistir a um programa ou relaxar. Até lá, eu vou trabalhar!

 O aninhamento tem sido uma coisa para você?

Ainda tenho muito o que fazer. Estamos em reforma completa, a garagem precisa de organização e o berçário ainda não está terminado. Minha verdadeira teoria sobre aninhamento? Isso só acontece porque não há mais o que fazer. Pela primeira vez, fiquei preso em casa e não posso beber, fazer exercícios ou socializar. O que mais há para fazer além de se fixar no que precisa de conserto, pintura ou organização? Estar em casa me forçou a perceber todos os pequenos detalhes de nossa casa que precisam de atenção. Acredito que qualquer pessoa presa em sua casa por esse período de tempo (grávida ou não) passaria por isso … será bom ter tudo feito no final, mas por enquanto é um pouco de dor de cabeça.

Você tem um plano de parto?

Honestamente, não existe. Não cabe a mim como ela decide entrar neste mundo. Meu único plano é fazer com que Matte fique acima dos meus ombros, toque minha música repetidamente e acenda velas na sala. Fora isso, não há mais nada a planejar. Quando as pessoas me dizem seus planos intensos para o parto, eu fico tipo: “Bom para você, irmã, mas no final do dia, o bebê vai decidir como vai vir!” Estou, no entanto, planejando tomar uma bebida logo após o parto! Minha bebida preferida é um Slurpee com meio refrigerante e Hennessy. Está certo, você me ouviu. Eu quero um legítimo 7-Eleven Slurpee (eu amo todos os sabores misturados!) Com um pouco de refrigerante, gelo picado e Hennessy. 

Concordo plenamente! Qual é a música?

Boasty por Wiley. Eu amo tanto e toco repetidamente. Eu também quero tocar Runs The World (Girls) de Beyoncé assim que ela sair.

Parece que você tomou sua bebida, mas e a sua primeira refeição após o nascimento?

Não tenho muito o que me conter durante a gravidez, incluindo o sushi Sugarfish a cada dois meses, então não estou ficando louca de vontade de comer algo em particular após o nascimento.

 E, algum desejo louco?

Eu sempre fui uma máquina de comer. Eu não seguro. O único desejo real que tive nos primeiros três meses foi Raman, Raman realmente apimentado de um pacote. Eu acho que foi o sal. Agora eu tenho uma quantidade insana em casa – legítima como 200 pacotes!

Você vai tirar a licença de maternidade?

Esta pergunta sobre quando pretendo voltar ao trabalho não se aplica, pois não paro. Praticamente a única vez em que não estarei disponível é quando estou em trabalho de parto! Quero dizer, tenho certeza de que vou diminuir um pouco por alguns dias depois de ter o bebê. Na maioria das vezes, porém, eu posso trabalhar durante a amamentação e entrarei em contato com a minha equipe diariamente. Eu amo o que faço, isso me mantém sã e feliz, então não quero parar. Reconheço que minha agenda e prioridades mudarão, mas a intensidade com que administro meus negócios não. Minha mãe foi trabalhar três meses depois de nos receber, e isso não mudou nada. Ela ainda era uma super mãe quando chegou em casa e me inspirou a seguir seus passos. Dito isto, cada um na sua. Algumas pessoas ficam felizes em ficar em casa e se conectar, enquanto outras querem voltar ao trabalho. Minha posição sobre gravidez e maternidade é que todos precisam fazer o que funciona para eles. É uma experiência única e não é a mesma para todos.

Por falar em trabalho, qual foi a inspiração por trás do lançamento do BÉIS?

Eu viajo desde que eu era uma garotinha. É o meu primeiro amor. Minhas experiências pessoais de viagem – ou pesadelos – me alimentaram por muitos anos de idéias sobre uma marca em potencial; portanto, quando a oportunidade e o tempo pareceram certos, eu literalmente aproveitei a chance. Desde que me lembro, sempre fiquei desiludida com as opções de malas e equipamentos de viagem disponíveis para mim … Sempre achei que elas eram TÃO caras, pareciam boas, mas não tinham função, OU eram super feias e volumosas. Quero dizer, por que eu gostaria de começar umas férias puta por minha bagagem cara ter sido arruinada ou por minha bagagem barata não ter permanecido intacta ou me manter organizada. Não fazia sentido para mim! Antes de lançar o BÉIS, encontrei-me em aviões olhando para o bolso à minha frente, questionando por que ninguém inventara uma inserção para organizar nossos iPads e fones de ouvido. Eu estava cansada de jogar meu telefone em um bolso grosso com um lenço de papel sujo. Pensando no que eu sentia falta no mercado, comecei a rabiscar o que uma linha de “itens essenciais para viagens ideais” poderia incluir em guardanapos de coquetel e em cadernos aleatórios. Esses doodles originais serviram de inspiração para a BÉIS e, quando surgiu a oportunidade, comecei a desenvolver uma série de malas que estavam na moda, funcionais e acessíveis. Por que devemos ser forçados a fazer concessões entre função ou forma? Quanto ao nome, eu costumava ter essa bolsa bege que vinha comigo em todos os lugares que viajava. Era o meu favorito, mas finalmente deu na mesma época em que eu estava iniciando o BEIS, então achei que seria uma ótima idéia recriá-lo e homenagear esta bolsa especial com a nossa marca. Tentei chamar a linha de bege como uma homenagem a essa mala de viagem perfeita, mas quando não pudemos registrar isso, fomos para a versão em espanhol, BÉIS, e adicionamos o sotaque para ser um pouco surpreendente e divertido!

Como a marca evoluirá quando você se tornar uma mãe que trabalha?

BÉIS crescerá organicamente com a minha vida e evoluirá conforme minhas necessidades mudarem – é assim que fazemos. Em primeiro lugar, estamos entrando em novas categorias de produtos a partir de 2020, com a primeira sacola de fraldas sendo lançada em janeiro de 2020! Estou – por razões óbvias – super empolgada com este lançamento, e o caminho para incorporar o bebê foi muito pragmático e orgânico. Semelhante à minha inspiração para viajar, quando descobri que estava grávida, comecei a procurar uma bolsa de fraldas adequada às minhas necessidades; Testei quase todas as sacolas de fraldas do mercado e, quando acabei e não consegui encontrar nada que estivesse na moda, funcional, além de um bom valor, decidi fabricar sozinha. Minha equipe estava com total apoio e muito animada! Quero dizer, eu já estou carregando fraldas de merda, e mesmo que eu não queira uma bolsa cara para carregar essa merda, ainda quero parecer chique.

beneficente para o BÉIS?

Eu acho super importante que todos nós puxemos um pouco de peso extra hoje em dia. Sempre que abrimos nossas mídias sociais ou ligamos a TV, o computador ou o rádio, é evidente o quanto o mundo precisa ser consertado. Independentemente de você possuir ou não uma marca, todos precisamos fazer nossa parte para deixar essa terra em um local um pouco melhor. Percebo isso agora mais do que nunca, enquanto me preparo para trazer um bebê ao mundo, e me pergunto que tipo de mundo é esse … nenhuma ação na direção “certa” é muito pequena. Ao pensar em começar minha própria empresa, sempre soube que queria criar uma marca que retribuísse; portanto, ao lançar a BÉIS, uma empresa fundada em viagens, pensei que fazia todo sentido educar as pessoas sobre o que está acontecendo no mundo e abordar questões específicas – como capacitar mulheres em todo o mundo. Viajar, para mim, dá aos que estão na jornada uma perspectiva tão única e uma educação prática … empatia, experiência e compreensão visual das coisas que nos unem em um mundo constantemente focado na amplificação da divisão. Sinceramente, acredito que se todos pudessem viajar mais e sair de suas bolhas e zona de conforto, o mundo seria um lugar muito melhor.

Seu estilo durante a gravidez?

Confortável. Como podemos ver, estou usando meus chinelos agora e fui pega mais de uma vez por fotógrafos assustadores usando essas jóias! É tudo o que se encaixa nos dias de hoje, tanto faz. Além disso, está quente em Los Angeles, e estou apenas fazendo o meu melhor. Embora eu tenha que dizer, nunca me senti mais confiante. É incrível fazer uma grande refeição e deixar tudo sair! Não estou sugando o que quer que seja e aproveitando cada momento.

 Algum conselho …?

É fundamental, como mulheres, que falemos sobre nossas experiências de maneira aberta e honesta. Quanto mais nos esforçamos para nos levantar, mais poderosas nos tornaremos. Cada um de nós tem uma história que ajudará outra mulher a se sentir menos sozinha. O pior é se sentir isolado, pois torna tudo o que estamos tentando lidar ou curar muito mais difícil.

 

Fonte: Hatch Collection

Tradução: ButtahBenzo Brasil

27.ago
2019

No último dia 21 de agosto,  aconteceu em Los Angeles a première da nova série do Amazon Prime “Carnival Row”. Ashley Benson foi ao evento prestigiar sua namorada Cara Delevingne que é protagonista da série ao lado do ator Orlando Bloom. Ashley não passou pelo red carpet do evento mas foi flagrada ao lado de fora do TCL Chinese Theatre usando um vestido preto decotado e cabelos soltos. Confira:

  

27.jul
2019

Desde que a Privé Revaux foi lançada a dois anos atras, Ashley Benson tem sido uma colaboradora da marca. Depois de ter sido garota propaganda junto com Hailee Steinfeld e Jamie Foxx, Ashley lançou agora sua própria coleção de óculos em parceria com a marca intitulada de “The Benzo Collection”.

A coleção é composta por três estilos de modelo: Olive, uma versão estreita e modernizada de um olho de gato que leva o nome de seu cachorro; Planco, um design de sobrancelhas retas futuristas com escudos laterais que leva o nome de sua melhor amiga e o Victoria, seu nome do meio que é um clássico estilo retangular. Cada um possui armações de acetato, lentes polarizadas e tecnologia ótica anti-luz azul e cada modelo possui três cores diferentes. Os óculos estão sendo vendidos desde o dia 22 de julho por $39.95 no site da marca onde eles entregam para vários países incluindo o Brasil. Confira os bastidores do photoshoot da Ashley para a coleção:

 

 

15.jun
2019

Shay Mitchell foi anunciada como a nova capa da revista digital australiana Gritty Pretty! Infelizmente a entrevista não foi liberada por escrito, porém foi divulgado um vídeo de Shay nos bastidores do photoshoot para a revista. Confira: